Terça, 28 de Junho de 2022
18°

Poucas nuvens

Itapiranga - SC

Dólar
R$ 5,24
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Esportes GRÊMIO

Grêmio empata com o Vila Nova e perde chance de voltar ao G-4 da Série B

Tricolor ainda teve um possível toque de mão não revisado pelo VAR

29/05/2022 às 23h12
Por: Redação1 Fonte: Correio do Povo
Compartilhe:
Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP
Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

Do outro lado, o vice-lanterna da Série B. Mas mesmo com a fragilidade do adversário, o Grêmio não saiu do empate em 0 a 0 na tarde deste domingo diante do Vila Nova, no Serra Dourada, pela Série B. O Tricolor chegou a ter um gol anulado no primeiro tempo e agora acumula o quarto jogo seguido sem uma vitória na competição. O resultado tirou a chance dos comandados de Roger Machado de retornarem ao G-4.

Em um primeiro tempo de amplo domínio, o Tricolor pecou pelas falhas nas finalizações, principalmente com relação a jogadores como Campaz e Biel, que deixaram a desejar no último passe, marcação e movimentação em campo. Na segunda etapa, o Vila Nova mostrou desempenho superior aos visitantes e assustou. Roger desfez o esquema com três zagueiros, mas, mesmo assim, o placar não foi aberto. Nos acréscimos, um possível toque de mão na zaga do Vila não foi sequer revisado pelo VAR, o que gerou uma grande reclamação da comissão técnica e jogadores.

Com o empate, o Tricolor sobe para a quinta posição, com 13 pontos, dois a menos que o Sport, equipe que abre o G-4. Na próxima rodada, Roger e companhia encaram o Vasco, na quinta-feira, às 20h, em São Januário. Essa é a primeira de três partidas seguidas contra equipes que lutam pela parte de cima da tabela.

Com a ausência de gols, erros e nervosismo

Ainda na escalação, a primeira surpresa. A ausência de Walter Kannemann. Ao longo da semana, Roger deu indícios que usaria o novo esquema com três zagueiros. A projeção era de que o argentino estivesse ao lado de Geromel e Bruno Alves. Porém, Rodrigues foi o escolhido para o setor defensivo. Kannemann não ficou nem ao menos no banco de reservas devido a uma gastroenterite.

Dentro de campo, com um Tricolor postado em 3-4-3, a primeira boa chance foi azul. O relógio ainda não marcava um minuto quando Villasanti chutou cruzado pelo lado direito de ataque. Tony fez boa defesa, a bola sobrou para Bitello, que tentou o cruzamento para a pequena área. Ninguém, no entanto, completou. O Grêmio assustou de novo aos oito. Em jogada rápida pela esquerda, Biel recebeu sozinho frente a frente com o arqueiro do Vila. O atacante pareceu hesitar em um primeiro momento e bateu em cima de Tony, que fez boa defesa.

Quase um minuto após a jogada de Biel, o Tricolor abriu o placar. Villasanti recupera a bola na grande área, chega a linha de fundo e cruza para Diego Souza, que completou para as redes. O placar estaria inaugurando se não fosse a arbitragem, que viu falta do volante do Grêmio no começo da jogada em Rafinha. Gol anulado.

Ao longo da primeira etapa o Grêmio fez valer a superioridade técnica. Com jogadas direcionadas principalmente entre Nicolas e Biel, o Tricolor tentava furar as linhas dos donos da casa, que em diversos momentos pressionavam a saída de bola, insistindo em um possível erro do esquema de Roger. O Vila assustou aos 24, em uma bate-rebate na zaga. A bola sobrou para Matheuzinho, que livre de marcação, pegou mal na bola e mandou por cima da meta de Brenno.

O Tricolor manteve o domínio do jogo, mas pecou na finalização, principalmente nas ações ofensivas que chegavam aos pés de Biel. Roger se viu obrigado a mudar o lado do jogador, que foi para o setor direito, enquanto Campaz se posicionou no esquerdo. A movimentação não teve um efeito imediato e com a pressão pelo resultado, os erros começaram a aparecer acompanhados do nervosismo. A primeira etapa terminou assim, 0 a 0 no placar.

Nervosismo como marca da segunda etapa

O desempenho abaixo no final da primeira etapa foi decisivo para que Roger promovesse trocas. Campaz deixou o gramado para a entrada de Janderson, substituição que também era aguardada para Biel, que não fez um bom primeiro tempo.

Com o foco na segunda etapa ou não, o Vila Nova assustou muito antes do placar marcar o primeiro minuto. Após um chute cruzado pela esquerda defendido por Brenno, a bola é alçada na área. Daniel Amorim cabeceia e o Tricolor é salvo pelo travessão. Novamente, o VAR é acionado para um possível pênalti, mas nada foi marcado.

A primeira metade da segunda etapa foi de amplo domínio dos donos da casa. O Vila assustava e o Grêmio recuava. A falta de criação e de poderio ofensivo fez com que Roger sacasse Diego Souza e promovesse a entrada de Elkeson. Em uma das raras movimentações, Janderson, que entrou bem pelo lado esquerdo, puxou o contra-ataque rápido e inverteu para Biel, que deixou para Bitello. O chute saiu forte, mas passou muito perto do canto esquerdo de Tony. O placar, que marcava 24 minutos, permaneceu inalterado.

Os mesmos três jogadores apareceram novamente aos 26. Janderson cruzou rasteiro do lado esquerdo para o lado direito, onde estava Bitello. O volante tocou para Biel, que simplesmente isolou a bola por cima da meta do Vila Nova. Talvez um dos principais pontos da etapa complementar foram as trocas de Roger, que pressionado pela ausência de gol, desfez o esquema com três zagueiros. Geromel e Bruno Alves continuaram a coordenar o setor no decorrer da partida.

E foi graças às trocas que o Tricolor pode assustar novamente. Elias, que entrou no lugar de Rodrigues, avançou pelo lado esquerdo e, na iniciativa individual, tentou o chute de fora da área. A bola escorregou pela rede do lado de fora, enganando até mesmo o público que estava no Serra Dourada. Quase que o placar saiu do 0 a 0 aos 32 minutos. A resposta do Vila veio aos 37. Sozinho na entrada da grande área, Matheuzinho recebeu e bateu colocado no canto direito de Brenno, que se esticou, mas não alcançou nada. Para sorte do Tricolor, o arremate, apesar de bem feito, foi para fora.

A medida que o placar deslizava os números do cronômetro, a impressão dentro de campo era de que o Grêmio se conteve com o empate diante do 19º colocado da Série B. Mesmo com a visível superioridade técnica, o esquema proposto por Roger Machado não conseguiu traduzir o jogo em gols. A ausência de gols aumentou o nervosismo do elenco, que errou em diversos momentos.

Ainda nos acréscimos, o Grêmio reclamou de um possível lance de mão na bola envolvendo a zaga do Vila Nova. A reclamação foi geral, mas a jogada não chegou a ser revisada pelo VAR. Mesmo com o um ponto conquistado, o Tricolor perdeu a chance de retornar ao G-4 e o caminho de retorno à elite fica cada vez mais complicado.

Campeonato Brasileiro Série B – 9ª rodada

Vila Nova-GO 0

Tony; Alex Silva, Alisson Cassiano (Rafael Donato), Renato e Bruno Collaço; Rafinha (Pedro Bambu), Pablo (Ralf) e Wagner (Jean Silva) ; Matheuzinho, Daniel Amorim e Pablo Dyego. Técnico: Dado Cavalcanti

Grêmio 0

Brenno; Rodrigues (Elias), Geromel e Bruno Alves; Sarará (Varela), Villasanti, Bitelo e Nicolas; Campaz (Janderson) e Biel (Benítez);  Diego Souza (Elkeson). Técnico: Roger Machado.

Cartões amarelos: Pedro Geromel, Benítez (Grêmio) e Matheuzinho (Vila Nova)

Arbitragem: Douglas Marques das Flores (SP).

Assistentes: Daniel Ziolli e Fabrini Costa (SP)

VAR: Caio Max Vieira (RN)

Data e hora: 29 de maio, domingo, às 16h.

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO).

 

 

FONTE Arthur Ruschel/Correio do Povo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapiranga - SC Atualizado às 08h42 - Fonte: ClimaTempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 16° Máx. 27°

Qua 21°C 12°C
Qui 25°C 10°C
Sex 27°C 15°C
Sáb 28°C 18°C
Dom 27°C 14°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias