Quarta, 26 de Janeiro de 2022 09:17
(55) 99612-5337
33°

Pancada de chuva

Itapiranga - SC

Dólar com.

R$ 5,44

Euro

R$ 6,15

Peso Arg.

R$ 0,05

Geral Gaúchos

Gaúchos compram rede de postos em Santa Catarina

Gaúchos compram rede de postos em Santa Catarina

19/09/2019 14h00 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Gaúchos compram rede de postos em Santa Catarina

A rede de postos de combustíveis SIM, de Flores da Cunha, a maior do Rio Grande do Sul, com 140 operações e 2,7 mil empregados, anunciou a incorporação da rede Mime, de Jaraguá do Sul, a maior de Santa Catarina, com 51 postos e 1.250 trabalhadores. Com a marca SIM, a nova gigante é a líder nacional com quase 200 postos e perto de 4 mil empregos diretos. Segundo o presidente da SIM, Neco Argenta (foto), hoje são 60 postos em SC e o plano é chegar a 100 até 2024.

A empresa planeja acelerar expansão no Brasil e dobrar de tamanho em cinco anos com investimentos da ordem de R$ 300 milhões. Essa expansão será principalmente nas regiões Sul e Sudeste.

- No Rio Grande do Sul estamos bastante pulverizados, em todas as regiões. Em Santa Catarina estamos mais no Leste. A tendência é de que a gente invista mais no Oeste – afirmou Argenta.

Uma das importantes aquisições da rede no Estado foi dos postos Sinuelo, estrategicamente situados na BR-101 Norte. Agora, com as lojas da Mime, passa a ter postos na altura do trevo para São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul.

O valor do negócio não foi revelado, mas a rede SIM adquiriu a Mime e assumiu toda a gestão. Como trata-se de uma incorporação, a família Chiodini, proprietária da Mime, terá uma participação societária menor na nova gigante de postos de combustíveis. O negócio ainda precisa ser aprovado pelo Cade.

Na opinião de Paulo Chiodini, um dos sócios da Mime, foi fácil chegar a um acordo com a SIM porque as duas empresas têm muitas sinergias. Além disso, tanto a empresa gaúcha quanto a catarinense têm outros negócios, que seguirão de forma independente.

Em espera

Empresas médias e pequenas que produzem e/ou comercializam carnes no Estado estão sentindo forte impacto da diferença de alíquota de ICMS frente aos Estados vizinhos. A redução das vendas em SC em setembro variaram de -15% a -20% ou até mais. Há empresa que diz estar com vendas quase paradas para o mercado catarinense. Esperam decisão da Fazenda estadual. A expectativa é de ajuste de alíquotas para seguir vendendo em SC. Outros setores enfrentam o mesmo e esperam os projetos do rescaldo.

Startups

A Diálogo Logística, de Palhoça, na Grande Florianópolis, que atua com cargas fracionadas na Região Sul, estabeleceu como meta fazer entregas em qualquer lugar do Brasil em 48 horas. Para alcançar essa velocidade, busca parcerias com startups e outras empresas de todos os portes. Segundo o sócio-diretor da Diálogo, Walter Bier, o objetivo é encontrar soluções tecnológicas para reduzir custos e tempo de entrega. Atualmente, a empresa movimenta uma média de 300 mil volumes por mês.

NSC

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias