Sábado, 28 de Maio de 2022
19°

Chuva

Itapiranga - SC

Dólar
R$ 4,73
Euro
R$ 5,08
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Governador

Governador enfrenta falta de alternativas para colocar salários em dia

Governador enfrenta falta de alternativas para colocar salários em dia

23/09/2019 às 08h40 Atualizada em 23/09/2019 às 11h40
Por: Redação
Compartilhe:
Governador enfrenta falta de alternativas para colocar salários em dia

Sem os cerca de R$ 2,2 bilhões que esperava arrecadar se conseguisse levar a cabo a operação de venda de ações do Banrisul e a três meses do final do ano, o governo do Rio Grande do Sul busca soluções que permitam colocar em dia os salários dos servidores ainda em 2019. Mas, internamente, e entre aliados na Assembleia Legislativa, o cumprimento da meta é considerado praticamente “impossível”, em função da inexistência de alternativas viáveis que cubram os valores necessários.

A folha de pagamento do Executivo (R$ 1,5 bilhão/mês), vem sendo depositada em etapas há 45 meses. O cronograma de pagamento de agosto começou em 10 de setembro e terminará em 11 de outubro, quando, em condições normais, a do mês de setembro já deveria estar quitada. Os servidores também têm em aberto o 13º salário de 2018. Em 30 de agosto foi quitada a oitava parcela. Em breve, a conta incluirá o 13º de 2019.

Os técnicos da administração já trabalhavam com um cenário de não atendimento da promessa de campanha do governador Eduardo Leite (PSDB), reiterada em diversas ocasiões após o início da gestão tucana. No mês passado, durante evento de apresentação da elaboração do Orçamento de 2020, e quando ainda vigorava a restrição judicial à venda das ações do Banrisul, o próprio Leite havia definido a regularização dos salários do funcionalismo em 2019 como “missão extremamente difícil". A derrubada da liminar que impedia a operação deu fôlego ao Executivo, mas ele foi curto.

De público, Leite evita admitir claramente a manutenção dos parcelamentos, garante que o governo “buscará de todas as formas cumprir com o compromisso assumido”, e cita alternativas de obtenção de recursos no curto prazo. O problema é que, na prática, elas ou já foram descartadas pelos demais atores envolvidos ou não se concretizam neste ano.

Fonte: Correio do Povo 

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini / Divulgação

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapiranga - SC Atualizado às 20h37 - Fonte: ClimaTempo
19°
Chuva

Mín. 19° Máx. 23°

Dom 22°C 19°C
Seg 20°C 16°C
Ter 20°C 13°C
Qua 21°C 17°C
Qui 20°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias