10°C 13°C
São Miguel do Oeste, SC
Publicidade

Barragem rompe na Serra gaúcha e nível enchente pode subir até 4 metros rapidamente

Prefeitos da região confirmaram rompimento da estrutura da barragem 14 de julho, da Ceran

02/05/2024 às 15h42
Por: Redação1 Fonte: Correio do Povo
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

O rompimento de uma barragem no Rio das Antas deve ampliar ainda mais os efeitos da enchente na Serra e no Vale do Taquari. O prefeito de Bento Gonçalves, Diogo Segabinazzi Siqueira confirmou a informação por volta das 14h25 desta quinta-feira em suas redes sociais. De acordo com o prefeito, a informação é oficial e foi emitida pela Companhia Energética Rio das Antas (Ceran). A prefeita de Santa Tereza, Ggisele Caumo, também confirmou a informação.

A orientação aos moradores que vivem em locais próximos aos rios das Antas e Taquari é de que deixem suas casas imediatamente. A projeção, segundo Segabinazzi, é de que o nível da água suba até 4 metros rapidamente.

“A barragem 14 de julho acabou de colapsar. A informação]ão que precisamos passar a todos moradores que vivem as margens do Ri das Antes e taquari é sair o mais rápido possível desses locais. A tendência é que suba de 2 a 4 metros nas próximas horas, nos próximos minutos. Isso é uma informação oficial”, afirmou o prefeito.

A situação da barragem era monitorada em função do risco. O rompimento deve afetar localidades de Cotiporã, São Valentim, Santa Bárbara, Santa Tereza e Muçum, antes de seguir pelo rio Taquari até atingir outros municípios.

Lenium - Criar site de notícias