Sexta, 03 de Dezembro de 2021 10:54
(55) 99612-5337
Geral Pai

Pai é o principal acusado pela morte do filho em Barra do Guarita RS

Pai é o principal acusado pela morte do filho em Barra do Guarita RS

24/10/2019 13h05 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Pai é o principal acusado pela morte do filho em Barra do Guarita RS

Na manhã desta quinta-feira dia 24, nossa reportagem esteve na DP de Barra do Guarita em contato com o Inspetor de Polícia Igor Bragato dos Santos, para colher informações do fato que chocou a comunidade de Jabuticaba e região, acontecido no interior do mesmo município na manhã desta quarta-feira, onde o mecânico Gessi Ferreira morreu enquanto trabalhava em sua oficina, que em primeiro momento a informação era que o trabalhador teria sofrido um acidente de trabalho.

Conforme o Delegado Ígor, ao chegarem no local do fato que teria acontecido por volta das 7h da manhã desta quarta, a vítima encontrava-se caída próximo a rampa da oficina onde era proprietário, com sangramento intenso na região da cabeça. A ocorrência foi acompanhada por um enfermeiro da Secretaria de Saúde do município, constatando que a vítima já estava sem os sinais vitais. Após os procedimentos pela Polícia Civil e Brigada Militar, foi solicitado a retirada do Corpo pela funerária, e encaminhado ao IGP de Frederico Westphalen para a necropsia e emissão dos laudos sobre a confirmação das causas da morte.

Em primeiro momento, conforme as imagens, gerou dúvidas sobre o que poderia ter ocorrido.

Reviravolta no caso

Após os encaminhamentos, a Polícia Civil foi informada por um dos familiares, que no local do fato foi encontrado sinais de bala no veículo que estava sendo concertado pela vítima, e um pneu furado com um projétil. Com esta informação o Inspetor se deslocou para averiguar a denúncia. No local, o familiar ainda informou que um vizinho teria ouvido um suposto disparo de arma pela manhã, enquanto tomava chimarrão em sua casa que fica em frente à oficina em direção diagonal.

Através desta informação o familiar também disse que houve discussão na noite anterior entre a vítima e seu próprio pai, e que o acusado seria seu avô que estaria na residência ao lado com reações suspeitas, sem nenhum consentimento com a morte, e que também já teria feito ameaças para o neto.

Seguindo os procedimentos, a Polícia esteve em contato com o suposto acusado, confirmando que ele teria uma espingarda de fabricação caseira. Após o proprietário apresentar a espingarda calibre .28, foi encontrado também na residência várias munições intactas e uma delas somente a cápsula, ainda com odor de pólvora, como se usada recentemente, mesmo fator encontrado na arma apresentada. Através destes vários fatores, o suspeito foi convidado para prestar depoimento na DP de Barra do Guarita, onde ao depôr acompanhado de um advogado, foi orientado a não se manifestar, e negou o crime. Neste mesmo tempo, o Inspetor de Polícia recebeu a informação do IGP, que um projétil foi encontrado no crânio da vítima, o que teria causado sua morte.

Seguindo os relatos, informalmente, no momento em que antecedeu o depoimento, o pai da vítima de 86 anos, teria confessado que atirou no filho usando uma fresta da janela de sua casa que fica bem ao lado da oficina, e que teria problemas familiares que são considerados fúteis pela justiça.

Após o depoimento oficial em que foi negado o crime, as investigações prosseguem onde mais testemunhas serão ouvidas na tarde desta quinta-feira, e após periciado a arma e confirmado os fatos, o processo seguirá os trâmites legais, sendo encaminhado ao Fórum para decisão judicial.

Até o momento, nenhum laudo que confirme problemas mentais ou psicológicos foi apresentado em favor do acusado, ou as causas reais que motivou o crime do próprio filho. 

APÓS O CRIME

Conforme mais informações, o principal acusado que é pai da vítima, encontra-se em sua residência, e na manhã desta quinta-feira tentou acessar o salão da comunidade onde acontece o velório do filho, sendo contigo por populares e após acionado a Polícia. Durante os relatos do fato, o acusado não lamentou pela morte do filho, demonstrando bastante confuso com o assunto, misturando ideias.

Nos relatórios de serviços da Delegacia de Polícia de Barra do Guarita, conforme o Inspetor Ígor, há aproximadamente 200 processos em andamento além do atendimento administrativo, na área que abrange os municípios de Barra do Guarita e Vista Gaúcha. Uma demanda alta pela quantidade de profissionais que atuam entre a DP e Brigada local. Com o apoio dos efetivos de Tenente Portela, Três Passos e Vista Gaúcha, diversas operações aconteceram na área de abrangência, que sempre geram resultados positivos. Além dos diversos registros na DP e processos em conclusão nos próximos dias, está em andamento as investigações sobre novos abigeatos que voltaram acontecer nos últimos dias na região.

*Se replicar a notícia mantenha os direitos da fonte do texto.

Acompanhe nossa rede para mais informações diárias: locais, regionais e nacionais.

Siga-nos AQUI

Leia também

Desvendado mistério sobre a morte de mecânico em Barra do Guarita

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias