Quarta, 28 de Julho de 2021 14:46
(55) 99612-5337
Geral Presos

Presos por estelionato à família de Descanso, são condenados pela justiça

Presos por estelionato à família de Descanso, são condenados pela justiça

01/11/2019 12h51 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Presos por estelionato à família de Descanso, são condenados pela justiça

ESTELIONATÁRIOS IDENTIFICADOS PELA POLÍCIA CIVIL DE DESCANSO SÃO CONDENADOS A PENAS SUPERIORES A SETE (07) ANOS DE RECLUSÃO

Dois homens que aplicaram golpes no município de Descanso no mês de julho de 2017, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) foram identificados pela Polícia Civil. 

Na época o Delegado de Polícia representou pela prisão preventiva e, após manifestação favorável do Promotor de Justiça, o Juiz da Comarca deferiu o pedido, sendo que ambos foram presos na cidade de Silvânia/GO aplicando golpe semelhante ao aplicado em Descanso/SC.

Nesta semana o Poder Judiciário condenou os homens a penas de: 04 anos, 05 meses e 10 dias e 02 anos, 08 meses e 20 dias, e ao ressarcimento às vítimas no valor de R$ 57.210,00.

Na sentença ainda ficou mantida a prisão de um dos autores, enquanto ao outro foi permitido recorrer da decisão em liberdade.

Entenda o caso

No mês de julho de 2017 uma família compareceu na Delegacia de Polícia de Descanso para registrar um prejuízo aproximando de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) repassados a dois homens que se intitulavam 'índios'.

Os homens alegavam poder curar qualquer doença com suas ervas e chás, dizendo ainda que familiares estariam com câncer e que tal doença passaria aos filhos caso não tomassem as raízes e ervas medicinais que eles forneceriam.

Os estelionatários disseram ainda que a propriedade possuía tesouro enterrado (diamantes) e que precisariam desenterrar para afastar uma maldição que assolava a família.

Numa das oportunidades um dos autores exibiu pequenas pedras (azuis, verdes e transparentes), alegando serem diamantes da propriedade. 

Durante aproximadamente uma semana a dupla frequentou a casa das vítimas, sendo que a todo momento rezavam e insistiam no repasse de dinheiro para a cura de todas as doenças, para evitar a morte de algum ente querido e para encontrar os diamantes.

Os descansenses repassaram aos criminosos mais de R$ 60.000,00 em espécie e cheques compensados, além de dinheiro que possuíam na residência e produtos adquiridos no comércio local e entregues a dupla.

A Polícia Civil tomou conhecimento semanas após o golpe, pois os autores não apareceram mais na propriedade para iniciar a escavação, quando então as vítimas desconfiaram da ação criminosa da dupla.

Em dezembro de 2017 a Polícia Civil conseguiu identificar um dos homens, representando pela Prisão Preventiva, pedido que foi deferido pelo Juiz da comarca de Descanso.

Diversas diligências foram empenhadas para localizar o foragido, porém o Mandado de Prisão somente foi cumprido no mês de março/19 na cidade de Silvânia/GO. Na oportunidade R.L.M.M. de 30 anos também foi preso em flagrante, juntamente com seu pai A.G.M. - 49 anos e sua avó S.G. - 62 anos, quando aplicavam o mesmo golpe numa senhora de 75 anos.

Com a prisão, as vítimas reconheceram o segundo autor, sendo então representado ao Poder Judiciário de Descanso pela sua Prisão Preventiva, além do bloqueio e busca e apreensão dos veículos registrados em nome dos autores, a fim de garantir futuro ressarcimento do prejuízo às vítimas.

Alerta

NOVAMENTE a Polícia Civil alerta a população para não repassar qualquer valor a pessoas prometendo curas milagrosas, prêmios ou dinheiro fácil.

Os idosos são as vítimas mais vulneráveis, porém a comarca tem registrado dezenas de golpes e com vítimas de várias idades, praticados por telefone, pessoalmente ou internet, fatos que já causaram prejuízos superiores a 200 mil reais só no último ano.

A Polícia Civil está a disposição da população para esclarecimentos e orientações a fim de evitar novos golpes, pois, mesmo com a identificação dos criminosos, a recuperação dos valores é muito difícil.

Polícia Civil

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias