Quarta, 28 de Julho de 2021 13:18
(55) 99612-5337
Geral Brasil

Brasil vence a Itália e pega a França na semifinal

Brasil vence a Itália e pega a França na semifinal

12/11/2019 07h49 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Brasil vence a Itália e pega a França na semifinal

Partiu, semifinal!

Foi mais tranquilo do que o esperado. Com um grande primeiro tempo e precisão nas finalizações, o Brasil venceu a Itália por 2 a 0, na noite desta segunda-feira, no Olímpico, em Goiânia, e está na semifinal do Mundial Sub-17. O lateral Patryck e o atacante Peglow marcaram os gols brasileiros com dois passes do meia Pedrinho, um dos destaques em campo. Agora, a seleção brasileira se prepara para enfrentar o melhor time do torneio até aqui: a França, que massacrou a Espanha nas quartas de final.

Alívio imediato

Qual o melhor remédio para o nervosismo? Um gol antes dos cinco minutos do primeiro tempo. A falta de concentração vista diante do Chile não esteve em campo no começo do jogo contra a Itália. Esse foi o tempo necessário para Pedro Lucas achar Patryck bem pela esquerda. O lateral entrou na área e surpreendeu Molla. A Itália reagiu. Criou perigo na bola aérea, mas sem obrigar Donelli a fazer boas defesas. Aos 39, Pedro deu nova assistência. Desta vez para Peglow, pela direita, chutar cruzado e fazer o segundo do Brasil: 2 a 0.

Paciência e chances perdidas

No início da segunda etapa, a Itália tinha mais posse de bola e mais finalizações. Mas sem ameaçar o gol de Donelli. A diferença foi na precisão. O Brasil tratou de controlar a partida, se lançar ao ataque apenas na velocidade de Yan e Veron pela direita, e Peglow na esquerda. Quase fez o terceiro em bom chute de Patryck e finalização de Pedrinho, após boa jogada de Talles Costa. Gnonto chegou a ter grande chance aos 36 minutos, mas parou no goleiro brasileiro cara a cara e o placar seguiu inalterado até o fim.

  • Final antecipada?

    Brasil e França farão a semifinal dos dois times com melhor campanha no Mundial Sub-17. Ambos têm 100% de aproveitamento. Os franceses têm números melhores, com 17 gols marcados e apenas dois sofridos. A seleção brasileira fez 15 gols e foi vazado três vezes na competição.

  • Agenda

    O Brasil volta para Brasília, onde ocorrerão os quatro próximos jogos do Mundial. Brasil e França se enfrentam nesta quinta, às 20h (de Brasília), no estádio Bezerrão, no Gama-DF. Holanda e México fazem a outra semifinal, no mesmo dia e local, mas às 16h30 (de Brasília). A decisão está marcada para o domingo, também no Bezerrão, às 20h. O Brasil chegou à sua nona semifinal do Mundial Sub-17 e tenta o quarto título da competição.

  • O cérebro

    Pedro Lucas foi a principal novidade do time. O meia do Grêmio substituiu o lesionado Talles Magno, e Peglow foi para a ponta esquerda. A equipe ganhou um desafogo no meio-campo. Com raciocínio rápido, toques de primeira, Pedrinho, como é chamado na seleção, deu criatividade que o time ainda não tinha. Foi o responsável pelas duas assistências para Patryck e Peglow.

  • A artilharia

    Com a entrada de Pedrinho, Peglow foi para uma posição onde fica mais confortável: a ponta esquerda. E se destacou. Foi bastante acionado, ganhou no combate físico com o forte time italiano e marcou o segundo gol do Brasil. Agora, tem três no Mundial e é artilheiro da seleção brasileira na competição ao lado de Kaio Jorge. 

    Fonte: G1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias