Quarta, 26 de Janeiro de 2022 09:19
(55) 99612-5337
33°

Pancada de chuva

Itapiranga - SC

Dólar com.

R$ 5,44

Euro

R$ 6,15

Peso Arg.

R$ 0,05

Geral Policiais

Policiais são executados por bandidos presos no Mato Grosso

Policiais são executados por bandidos presos no Mato Grosso

09/06/2020 22h01 Atualizada há 2 anos
Por: Redação

Policiais civis executados nesta terça-feira (9), Antônio Marcos Roque da Silva, de 39 anos, está na PCMS desde 2006, e Jorge Silva dos Santos, de 50 anos, foram mortos por um dos presos que transportavam em viatura descaracterizada, na tarde desta terça-feira (9). Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas, principal hipótese é que um dos presos não foi revistado, estava armado e, durante o trajeto até a delegacia, sacou a arma e atirou nos policiais pelas costas.  

Um deles levou tiros no tórax e cabeça e outro foi baleado no chão

Outra versão do crime apurado pelo TopMídiaNews, dois presos eram transportados em um carro descaracterizado da Polícia Civil. Um deles puxou a arma de um dos agentes e atirou. Os dois criminosos fugiram de algemas, sendo que um foi recapturado e outro roubou um carro, um Polo branco e fugiu.

Um dos agentes chegou a ser socorrido com vida, mas morreu instantes depois. Um estava sentado no banco do motorista e outro tentou sair correndo, mas foi baleado no chão.

Segundo Vargas, policiais, lotados na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos, faziam investigação sobre furtos e roubos de celulares e estavam conduzindo dois suspeitos para a delegacia, para checagem e maior esclarecimento dos fatos. Eles não teriam feito revista nos suspeitos e hipótese principal é que um deles estava armado.

Durante o caminho para a delegacia, o suspeito sacou a arma e atirou pelas costas nos dois policiais. “Foram dois tiros bem precisos, não houve tempo nenhum dos policiais esboçarem sequer qualquer reação”, disse o delegado-geral.  

Armas dos policiais foram encontradas na posse dos mesmo, sem munição deflagrada, o que indica que não houve reação ou troca de tiros.  

Um deles morreu na hora, enquanto o outro chegou a receber os primeiros atendimentos do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e também morreu no local.  

Ainda segundo o delegado-geral, apesar desta ser a principal suspeita, levantamentos ainda estão sendo feitos e investigação irá apontar a dinâmica do crime.  

Marcelo Vargas disse ainda que não há identificação dos suspeitos e que equipes trabalham para encontrar o fugitivo. Polo usado na fuga de um deles foi encontrado e passará por perícia. 

Dezenas de policiais civis e militares fazem buscas pelos suspeitos em diversas regiões da Capital. 

Trânsito está interditado na cena do crime, entre a Avenida Fernando Correa da Costa e Rua Bahia, para trabalhos da perícia. 

Via DiárioX e TopMídiaNews

Imagem principal: Dayene Paz / Midiamax - Fotos dos policiais: Repórter Top

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias