Quinta, 28 de Outubro de 2021 07:30
(55) 99612-5337
Geral Aurora

Aurora suspende exportação de frango de unidade do Oeste de SC

Aurora suspende exportação de frango de unidade do Oeste de SC

27/08/2020 13h40 Atualizada há 1 ano
Por: Redação
Aurora suspende exportação de frango de unidade do Oeste de SC

A Cooperativa Central Aurora Alimentos divulgou, na terça-feira (25), que decidiu suspender a exportação de frango para a China de uma unidade, localizada no Oeste de Santa Catarina. A decisão foi tomada após a cidade chinesa de Shenzhen divulgar uma nota, que informava que foi encontrado coronavírus em um lote de asas de frango importado de uma agroindústria do Oeste de Santa Catarina – no dia 13 de agosto.

De acordo com a nota, manifestações da Organização Mundial da Saúde e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura apontam que não há evidência científica da transmissão do vírus via produto e ou embalagem. A Aurora informou, ainda, que implementou esforços contínuos e medidas eficazes para a proteção e cuidados com a saúde dos colaboradores e que cumpre os protocolos de saúde orientados pelas autoridades de saúde. 

Confira a nota na íntegra:

A Cooperativa Central Aurora Alimentos recebeu a informação da cidade chinesa de Shenzhen sobre a aludida detecção de traços de ácido nucleico do novo coronavírus, em embalagem de produto cárneo oriundo do SIF 601.

Conforme manifestação da OMS e FAO, não há evidência científica da transmissão do vírus via produto e ou embalagem.

A Aurora implementou esforços contínuos e medidas eficazes para a proteção e cuidados com a saúde dos seus colaboradores, cumprindo protocolos setoriais validados cientificamente pelo Hospital Albert Einstein, os quais são de notório conhecimento da sociedade brasileira como também em atendimento a Portaria Interministerial 19 que regulamenta o assunto.

Apesar da absoluta confiança e da certeza que seu processo produtivo é isento da presença do vírus, a Aurora Alimentos, de modo a dar conforto às Autoridades Chinesas, optou por suspender temporariamente os embarques para a China, da planta de processamento de aves de Xaxim (SC), até que o episódio relatado em Shenzhen seja elucidado. Essa decisão já foi comunicada ao Ministério da Agricultura e ao GACC (General Administration China Customs).

A Aurora Alimentos está convicta de que a transparência, a tradicional cooperação entre as autoridades sanitárias dos dois países e a observância dos preceitos científicos presidirão a análise do fato relatado, de forma que, em breve, sejam retomados os embarques dessa unidade para aquele país. 

Era o que cumpre informar e esclarecer.

Clic RDC

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias