Segunda, 27 de Junho de 2022
18°

Poucas nuvens

Itapiranga - SC

Dólar
R$ 5,24
Euro
R$ 5,53
Peso Arg.
R$ 0,04
Destaque VACINAS

Ministério da Saúde assina contrato com Pfizer e Janssen para compra de 138 milhões de doses de vacinas

O contrato com a Pfizer prevê 100 milhões de doses, sendo 13,5 milhões entregues entre abril e junho e outros 86,5 milhões de julho a setembro.

19/03/2021 às 18h00
Por: Redação J Fonte: Gaúcha ZH
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (19) que assinou contratos com as farmacêuticas Pfizer e Janssen para compra das vacinas contra a covid-19. Os acordos garantem mais 138 milhões de doses para a campanha nacional de vacinação, de acordo com a pasta.

O contrato com a Pfizer prevê 100 milhões de doses, sendo 13,5 milhões entregues entre abril e junho e outros 86,5 milhões de julho a setembro. Com a Janssen, a negociação prevê 38 milhões de doses: 16,9 milhões de julho a setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

O cronograma de entrega das vacinas é enviado ao Ministério da Saúde pelos laboratórios e está sujeito a alterações, de acordo com a pasta. Com mais essas vacinas, o Brasil garante mais de 562 milhões de doses para 2021.

Em 18 de novembro do ano passado, Pfizer e BioNTech anunciaram que haviam registrado 95% de eficácia nos resultados finais dos estudos da vacina contra covid-19. Isso significa dizer que 95 a cada cem pessoas que que receberam as doses ficaram imunes à doença.

Além disso, a vacina também se mostrou segura. Segundo as farmacêuticas, os pesquisadores não encontraram problemas sérios de segurança na vacina, que pareceu ser bem tolerada após uma revisão dos dados de 8 mil participantes — ao todo, desde o começo fizeram parte estudo quase 44 mil indivíduos em diferentes países, inclusive no Brasil.

Confira qual o seu lugar na fila da vacina

Já o imunizante da Janssen foi 66% eficaz na prevenção de covid-19 moderada a grave, após 28 dias de imunização. Essa taxa foi observada em participantes de diversos países. O início da proteção foi observado a partir do 14º dia.

Acompanhe o avanço da vacinação pelo mundo

Quando foram avaliados somente os casos graves, a eficácia foi de 85% depois de 28 dias depois da aplicação da dose. Conforme a Janssen, as taxas gerais de eficácia sofreram variações nas regiões onde o estudo foi realizado. Na África do Sul, por exemplo, a eficácia foi de 57%. Essa variação, explica a diretora da SBIm, é normal em todas as vacinas. No caso dos imunizantes contra a covid-19, as novas cepas podem ter influenciado os dados finais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapiranga - SC Atualizado às 04h34 - Fonte: ClimaTempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 26°

Ter 27°C 16°C
Qua 21°C 12°C
Qui 25°C 10°C
Sex 27°C 15°C
Sáb 27°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias