Segunda, 19 de Abril de 2021 10:08
(55) 99612-5337
Destaque DESCANSO

Indícios apontam que Mauriceia pode ter sido assassinada antes do incêndio em Descanso

De acordo com as investigações o suspeito esteve na casa da vítima momento antes de Mauriceia morrer no incêndio.

31/03/2021 18h24
3.344
Por: Redação1 Fonte: Portal São Miguel
Divulgação
Divulgação

A Polícia Civil concedeu coletiva na manhã desta quarta-feira (31), onde informou a prisão de uma pessoa suspeita de ter participado no incêndio que matou Mauriceia Estraich, de 22 anos no último domingo (28), em Descanso.

O delegado responsável pela investigão Cléverson Luis Muller infomou que após o crime a Polícia Civil foi acionada e iniciou a investigação inquirindo pessoas próximas da vítima, sendo que uma das pessoas apresentou divergências nas falas e foi presa por oferecer falso testemunho ainda no domingo. De acordo com as investigações o suspeito esteve na casa da vítima momento antes de Mauriceia morrer no incêndio. O suspeito preso não se trata do companheiro da vítima.

Com a prisão temporária a polícia tem 30 dias para concluir o inquérito. O suspeito negou ter estado na casa da mulher e que tenha cometido tal crime.

De acordo com testemunhas a jovem possuía dois cães que ficavam dentro de casa, porém esses animais não se encontravam dentro da casa foram localizados fora da residência depois do incêndio. Essa constatação, segunda a investigação corrobora para a suspeita de que uma pessoa esteve dentro da casa, antes do incêndio e foi aí que os animais saíram.

De acordo com o laudo preliminar da perícia a mulher estaria viva no momento do início do incêndio, pois apresentava sinais de que teria inalado fumaça. No pescoço da vítima foram encontradas marcas não compatíveis com o incêndio.

Com base nas provas os policiais ventilam a hipótese de que o crime se trata de um feminicídio com o uso de fogo, pois a vítima estava viva e teria conseguido respirar no início do incêndio.

Trabalha-se com a possibilidade de que mais pessoas possam ter participado do crime. A investigação também aponta que o autor tinha conhecimento de que Mauriceia estava sozinha.

O corpo de Mauriceia será encaminhada para analise para a possível identificação de algum tipo de fratura, ou seja, identificado alguma pista de objetos que possam ter sido usados para matar a vítima.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias