Terça, 18 de Maio de 2021 11:36
(55) 99612-5337
Destaque DESCANSO

DESCANSO: Corpo de jovem que morreu carbonizada será velado e sepultado 26 dias após a morte

O corpo da jovem estava no IML de São Miguel do Oeste, onde foi realizado o exame cadavérico

22/04/2021 16h13
2.137
Por: Redação 2 Fonte: Portal São Miguel
Redes Sociais
Redes Sociais

Após quase 30 dias, o corpo de Mauriceia Estraich, 22 anos será veado e sepultado nesta sexta-feira (23), no município de Descanso. O corpo da jovem estava no IML de São Miguel do Oeste, onde foi realizado o exame cadavérico. O velório esta previsto para ocorrer nesta sexta-feira (23), no salão da Igreja Católica Apostólica Doutrina em Cristo a partir das 10H. O sepultamento está programado para ocorrer as 15H com cortejo até o cemitério municipal.

Mauriceia foi encontrada morta e carbonizada dentro da própria residência, no inicio da manhã de domingo 28 de Março no Loteamento Horizonte, na cidade de Descanso.  

A investigação

A Polícia Civil, responsável pela investigação, deteve uma pessoa suspeita de ter participado no incêndio que matou Mauriceia. De acordo com as investigações um cunhado esteve na casa da vítima momento antes de Mauriceia morrer no incêndio.

Com a prisão temporária a polícia ainda está dentro do prazo de 30 dias para concluir o inquérito. O suspeito negou ter estado na casa da mulher e que tenha cometido tal crime.

De acordo com testemunhas a jovem possuía dois cães que ficavam dentro de casa, porém esses animais não se encontravam dentro da casa foram localizados fora da residência depois do incêndio. Essa constatação, segunda a investigação corrobora para a suspeita de que uma pessoa esteve dentro da casa, antes do incêndio e foi aí que os animais saíram.

De acordo com o laudo preliminar da perícia a mulher estaria viva no momento do início do incêndio, pois apresentava sinais de que teria inalado fumaça. No pescoço da vítima foram encontradas marcas não compatíveis com o incêndio.

Com base nas provas os policiais ventilam a hipótese de que o crime se trata de um feminicídio com o uso de fogo, pois a vítima estava viva e teria conseguido respirar no início do incêndio.

Trabalha-se com a possibilidade de que mais pessoas possam ter participado do crime. A investigação também aponta que o autor tinha conhecimento de que Mauriceia estava sozinha.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias