Terça, 19 de Outubro de 2021 06:21
(55) 99612-5337
Geral MONDAÍ

Chefes de organização criminosa mesmo no presídio sediavam facção em MondaÍ

Os faccionados atuavam de forma organizada e com tarefas distribuídas, no intuito de dominar o tráfico ilegal de drogas na região

30/06/2021 10h22 Atualizada há 4 meses
Por: Redação 2 Fonte: POLÍCIA CIVIL
Polícia Civil divulgação
Polícia Civil divulgação
A Polícia Civil de Santa Catarina, com apoio do SAER/FROn, Equipes de Canil, e da Polícia Militar, realizou nesta data a operação “158”, a fim de cumprir diversos mandados de prisão e de busca e apreensão em cidades da região oeste de Santa Catarina.
Operação 158 faz alusão à Rodovia BR 158, que é a rota de acesso aos municípios nos quais integrantes de uma facção criminosa fundada no sistema prisional gaúcho vinha atuando. A operação contou com aproximadamente 100 (cem) Policiais, visando o cumprimento de 14 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão temporária, nos Municípios de Mondaí, Riqueza, Maravilha, Palmitos, e Cunha Porã.
Foram apreendidos sete veículos (três carros e quatro motos), que eram utilizados no tráfico de drogas e possuem valor que ultrapassa oitenta mil reais, além de 16 aparelhos celulares, 520 gramas de maconha e 30 gramas de cocaína fracionadas para venda, três balanças de precisão e aproximadamente dois mil reais em notas de pequeno valor.
As medidas cautelares foram deferidas pelo Poder Judiciário da comarca de Mondai após manifestação favorável do Ministério Público, com base nas diligências investigatórias colhidas pela Polícia Civil.
Os faccionados atuavam de forma organizada e com tarefas distribuídas, no intuito de dominar o tráfico ilegal de drogas na região. Para tanto, praticavam agressões físicas e graves ameaças com uso de armas de fogo.
Até o momento estão presas 09 (nove) pessoas, inclusive dois chefes da organização criminosa que, mesmo de dentro de presídios gaúchos, estavam dando ordens aos integrantes da facção centralizada na cidade de Mondai.
As investigações prosseguem e novas prisões poderão ser realizadas.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias