Domingo, 26 de Setembro de 2021 22:53
(55) 99612-5337
Esportes Inter

Inter perde para Olimpia nos pênaltis e está eliminado da Libertadores

Colorado acumula chances, desperdiça cobrança no tempo normal e é castigado com queda em casa para os paraguaios

23/07/2021 08h43
Por: Redação 2 Fonte: Correio do Povo
Ricardo Duarte / Inter
Ricardo Duarte / Inter

O torcedor colorado sofreu mais um duro golpe. A equipe acumulou chances, criou, mas não conseguiu tirar o 0 a 0 do placar diante do Olimpia no tempo normal na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio. E o castigo veio: nos pênaltis, perdeu por 5 a 4 e acabou eliminado da Libertadores.

O Inter acumulou chances desperdiçadas. A melhor delas no segundo tempo, em penalidade sofrida por Taison. Edenilson, até então 100% nas cobranças, desperdiçou, e o placar ficou sem movimentação. 

Agora, o Inter volta as atenções ao Brasileirão. Enfrenta o Athletico-PR, na Arena da Baixada, domingo, às 18h15min, pela 13ª rodada. O adversário do Olimpia nas quartas de final será o Flamengo, que eliminou o Defensa Y Justicia. A data ainda será definida pela Conmebol.

Inter acumula chances

A dúvida no ataque do Inter, que predominou ao longo da semana, foi sanada uma hora e meia antes do apito inicial. E Aguirre optou pelos dois atacantes: começou a partida com Galhardo e Yuri Alberto, deixando quatro jogadores no meio campo, com Dourado, Edenilson, Patrick e Taison.

A partida começou muito física, com bastante contato e divididas fortes. Mas foi o Inter quem finalizou primeiro com perigo. Aos 6, Taison recebeu no meio e abriu boa bola para Yuri Alberto na direita, finalizando em cima do goleiro Aguilar. Dez minutos depois, foi a vez do próprio Taison ter a sua chance, após trama rápida entre Edenilson e Yuri Alberto. A finalização, no entanto, foi na rede pelo lado de fora.

Aos 22, a melhor chance do Inter para marcar. Taison recebeu no meio e arrancou em velocidade em direção ao gol. Ele fez tudo sozinho e, quando abriu para finalizar, bateu rasteiro. Ela tocou caprichosamente no pé da trave do goleiro Aguilar, que só observou e torceu.

O Colorado seguiu acumulando chances. Por pelo menos mais três oportunidades, especialmente com Galhardo, teve bolas em condição de abrir o placar. Aos 41, Yuri Alberto recebeu cruzamento no segundo pau, e chutou de primeira, obrigando Aguilar, um dos destaques da etapa inicial, a salvar de novo o Olimpia. Assim, a partida foi empatada em 0 a 0 ao intervalo.

Desperdício fatal

O cenário pouco se modificou no início do segundo tempo. O Inter voltou acumulando chances e, logo com 5 minutos, já havia desperdiçado duas oportunidades. Primeiro, Galhardo voltou a bater forte na rede pelo lado de fora. Depois, Moisés arrancou e finalizou por cima do gol de Aguilar. 

A alternativa poderia vir da bola parada. E, aos 18, quase Cuesta marcou. Após cobrança de escanteio da direita, o zagueiro completou o cruzamento de cabeça, e Pitta afastou quase em cima da linha, salvando mais uma vez o Olimpia.

Aos 23, o Inter teve a grande chance de abrir o placar. Taison sofreu pênalti claro, ao ser atingido dentro da área em lançamento vindo da direita. Edenilson, até então com 100% de aproveitamento nas cobranças, mudou o jeito de cobrar. E a decisão se provou equivocada: indeciso e vacilante na bola, ele bateu mal, a meia altura, no canto direito, para mais uma importante defesa de Aguilar.

O Inter pareceu ter sentido o gol. Até então inofensivo à frente, o Olimpia acreditou que podia mais e criou chances de perigo ao goleiro Daniel. Aguirre tentou mexer. Colocou Boschilia e passou Edenilson para a lateral, e depois sacou Taison, cansado, para a entrada de Vinicus Mello. Palacios também entrou, mas não foi suficiente para tirar o zero do placar e evitar os pênaltis.

Nas cobranças, melhor para o Olimpia. Até o 4 a 4, 100% de aproveitamento para as duas equipes. Mas Thiago Galhardo bateu para fora a última cobrança, e coube a Derliz González converter para os paraguaios. O placar de 5 a 4 na decisão por pênaltis valeu a classificação da equipe para as quartas de final da Libertadores.

Copa Libertadores - jogo de volta das oitavas de final 

Inter 0 (4)

Daniel; Heitor (Boschilia), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson, Patrick (Mauricio) e Taison (Vinicius Mello); Galhardo e Yuri Alberto (Palacios). Técnico: Diego Aguirre

Olimpia 0 (5)

Aguilar; Salazar, Salcedo, Alcaraz (Caceres) e Ivan Torres; Ojeda, Ortiz, Orzusa (Walter González) e Derlis González; Pitta e Recalde (Alejandro Silva). Técnico: Sergio Orteman:

Cartões amarelos: Cuesta (Inter); Torres (Olimpia) 

Arbitragem: Julio Bascuñan (CHI)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 22/07, às 21h30min

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapiranga - SC
Atualizado às 22h48 - Fonte: Climatempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 33°

23° Sensação
13.6 km/h Vento
43.6% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Terça (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias