Sexta, 28 de Janeiro de 2022 21:46
(55) 99612-5337
Geral FILHO

Mãe que teve filho tirado de seus braços ao nascer conseguiu se reunir com ele após 48 anos

Após separação trágica do filho recém-nascido, essa mãe teve a alegria de reencontrá-lo

02/09/2021 12h47
Por: Redação1 Fonte: O SEGREDO
CBN News
CBN News

Os pais da mulher enviaram o neto para um orfanato, assim que nasceu, às escondidas da filha.

Thuy-Nga Thi Nibblett, uma vietnamita de 49 anos passou por uma separação muito triste quando era bem nova, que marcou a sua vida.

Segundo contado em matéria da People, a mulher engravidou de um soldado dos Estados Unidos, durante a Guerra do Vietnã, e o bebê nasceu quando ela tinha 17 anos. O soldado foi embora do país antes de Nibblett saber que estava grávida, então ela acabou ficando com toda a responsabilidade pelo filho deles.

Quando a jovem contou aos pais sobre a gravidez, eles se enfureceram e fizeram o possível para que o homem sumisse da vida da filha. Além de a família mudar o nome de Nibblett, também destruiu todos os seus registros e qualquer forma de contato que pudesse reunir o casal.

Os pais da jovem também enviaram o neto, que recebeu o nome de Kirk Kellerhals, para um orfanato assim que ele nasceu, às escondidas da filha. Kellerhals foi adotado por um capitão do Exército dos EUA e sua esposa, que acreditavam que os pais biológicos do menino haviam morrido.

Crescendo no país estrangeiro, o homem enfrentou diversos preconceitos por conta dos traços físicos da sua etnia. Em 2017, sua esposa lhe pediu para fazer um teste de DNA a fim de descobrir sua árvore genealógica e estar mais perto de suas origens.

Isso era importante para Kellerhals, que queria saber quem era. Aproximadamente quatro semanas depois do teste, ele recebeu um e-mail do laboratório dizendo que sua origem era vietnamita e deixando um telefone de contato para que ele pudesse saber mais.

Sem hesitar, ele discou o número e entrou em contato com a mãe, Nibblett, que logo após a separação do filho se mudou para os EUA e o procurou por longos 48 anos. Ela ainda lhe contou que seu pai biológico Sheldon “Skip” Soule estava vivo e morava em Nova York.

Após a descoberta, Kellerhals e os pais se reuniram, e ele tem descoberto outros parentes das duas famílias. Apesar de relatar que essa mudança de vida nem sempre foi fácil, para o homem, o resultado final é uma “bênção.” Ele ainda disse que, embora tenha ficado separado da mãe por quase 50 anos, é como se eles nunca tivessem se separado, pois o vínculo que compartilham é muito natural.

MAIS NOTÍCIAS

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias