Quinta, 28 de Outubro de 2021 07:34
(55) 99612-5337
Geral BOMBEIRO

Bombeiro natural de SMO é assassinado pela namorada em Florianópolis

Caso é tratado pela polícia como homicídio seguido de suicídio.

17/09/2021 10h56 Atualizada há 1 mês
Por: Redação 2 Fonte: NSC Total
Divulgação
Divulgação
Um bombeiro foi assassinado pela namorada com um tiro de pistola na quinta-feira (16) em Florianópolis. O crime ocorreu na Servidão Aníbal Pedro Oliveira, no bairro Ingleses, Norte da Ilha de SC. Após o homicídio, a mulher usou a mesma arma para tirar a própria vida. As informações são da Polícia Civil. 

A vítima é o 2º sargento Smaylin Willian Schappo. A identidade dele foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar.

Titular da Delegacia de Homicídios da Capital, o delegado Ênio Matos disse que a equipe de investigação foi acionada no fim da tarde, porém não soube informar qual horário exato ocorreram as mortes. 

Ao chegar ao endereço, os policiais encontraram o corpo do bombeiro caído dentro da casa em que ele morava. Já o da mulher, estava no quintal.

- A moça matou o namorado e depois morreu. Ele foi morto com tiro de pistola dentro de casa e ela se matou na rua - comentou o delegado. 

O homem era natural de São Miguel do Oeste, no Oeste catarinense, e 2º sargento do Corpo de Bombeiros Militar. Ele tinha 32 anos. A namorada era natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e tinha 28 anos. A Polícia Civil não divulgou a identidade do casal. 

Corporação lamenta perda
O Corpo de Bombeiros Militar divulgou uma nota de pesar confirmando a morte do sargento Schappo. Segundo a corporação, ele entrou para os bombeiros em 2006 e estava lotado na Central de Operações Bombeiro Militar, em Florianópolis.

Em nota, que não informa o motivo da morte, a corporação lamenta a perda do servidor e solidariza com familiares e amigos do sargento:

"Neste difícil momento, registramos aos familiares e amigos do sargento Schappo, os sentimentos de profunda tristeza e solidariedade de todos os Bombeiros Militares da corporação. Nossas respeitosas continências", diz a nota.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias