Terça, 19 de Outubro de 2021 17:51
(55) 99612-5337
Esportes GRÊMIO

Grêmio só empata com o Cuiabá na Arena e segue no rebaixamento

Tricolor chegou a estar atrás no placar em duas oportunidades, mas Alisson marcou e definiu o 2 a 2

07/10/2021 07h31
Por: Redação 2 Fonte: Correio do Povo
Fabiano do Amaral
Fabiano do Amaral

Mais uma vez, o Grêmio tinha a chance de deixar a zona de rebaixamento. E, de novo, decepcionou seu torcedor. Esteve atrás no placar em duas oportunidades, mas amenizou o prejuízo. Empatou em 2 a 2 contra o Cuiabá, na Arena, na noite desta quarta-feira. Apesar disso, segue em situação muito delicada. Com o resultado, o Tricolor segue no Z4, com apenas 23 pontos conquistados, na 17ª colocação.

No primeiro tempo, Max abriu o placar para o Cuiabá. Já na etapa final, a partida ficou mais movimentada. Alisson até empatou para o Tricolor, mas Marllon recolocou os visitantes em vantagem. A situação só não foi pior porque, minutos depois, Alisson voltou a recolocar a igualdade no placar, definindo o empate. 

O Grêmio volta a campo no domingo, para mais um confronto direto na briga contra o rebaixamento. Enfrenta o Santos, às 16h, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão.

Primeiro tempo com Cuiabá em vantagem

Muito pressionado para sair da zona de rebaixamento, Felipão fez várias alterações para a partida. A começar pelo gol, com a volta de Brenno na vaga de Chapecó. Na defesa, Kannemann retornou para atuar ao lado de Ruan. No meio, Campaz finalmente começou uma partida, e Ferreira ficou no banco. No comando de ataque, Diego Souza entrou no lugar de Borja, com lesão no ligamento do tornozelo.

Nervoso, o começo de partida do Grêmio não foi bom. O Tricolor assistiu o Cuiabá jogar. Com o visitante mais à vontade, a marcação do Tricolor não encaixou, e os volantes sofreram. Thiago Santos era o mais atrapalhado. Não à toa, atrasado em todos os lances, levou amarelo logo aos 13 minutos de partida.

A primeira finalização do Grêmio aconteceu aos 17 minutos. Diego Souza recebeu a cobrança de lateral, tabelou, fez a parede e devolveu para Campaz. De primeira, o colombiano bateu, levando perigo ao gol defendido por Walter.

E foi pelo lado esquerdo, onde o Cuiabá mais encontrava facilidade, que os visitantes construíram o gol de abertura do placar, com justiça e merecimento. Clayson tocou de letra para Lucas Hernández, que enfiou boa bola em profundidade para Jenison. Ele foi ao fundo e escorou para Max finalizar de primeira e abrir o placar, aos 23 minutos.

Atrás no placar, o Grêmio insistiu em repetir erros dos jogos anteriores, ainda mais claros na derrota por 2 a 1 para o Sport no fim de semana. Rodando a bola de forma inofensiva no campo adversário, se resumia a cruzar bolas em sequência para a área do Cuiabá, todas sem efetividade, neutralizadas com tranquilidade pelo goleiro Walter ou pela defesa adversária.

A melhor chance do Grêmio no primeiro tempo passou por um dos poucos destaques da equipe na etapa inicial. Douglas Costa, que se movimentou e buscou o jogo, recebeu na direita e foi à linha de fundo. Ele escorou para trás, e Diego Souza fez o corta-luz para Alisson finalizar forte. O chute assustou o goleiro Walter, mas não foi suficiente para empatar a partida, e a equipe foi ao intervalo em desvantagem, sob muitas vaias e protestos direcionados ao presidente Romildo Bolzan Jr. 

Segundo tempo movimentado na Arena

Para tentar modificar o cenário e reverter a situação dramática, Felipão fez duas trocas. Sacou o apagado e pouco participativo Diego Souza para a entrada de Churín. Mas, ao mesmo tempo, tirou Campáz, que fez bom primeiro tempo, com movimentação e chance de gol, para a entrada de Ferreira, que chegou a ser vaiado na partida anterior.

Assim, o Grêmio se atirou ao ataque e, logo aos 6 minutos, chegou ao empate. Ferreira, que havia acabado de entrar, fez boa jogada na esquerda para Rafinha. Ele cruzou rasteiro para o contestado Alisson, que chegou a ser alvo de protestos da torcida. Livre, ele bateu de primeira, empatando a partida e desabafando na comemoração.

Com a igualdade no placar, o Grêmio passou a pressionar o Cuiabá e, assim, começou a criar algumas chances. A melhor delas aos 29 minutos, quando Churín desperdiçou uma chance inacreditável. Douglas Costa, de novo aparecendo bem pela direita, foi à linha de fundo, e cruzou no segundo pau. Churín cabeceou e, já sem goleiro, viu a bola sair pela linha de fundo.

O Cuiabá, minutos depois, aproveitando-se da instabilidade, voltou a estar a frente no marcador. Marllon, de cabeça, conseguiu vencer Brenno e colocar os visitantes em vantagem. O prejuízo só não foi maior porque, minutos depois, Alisson marcou mais uma vez e definiu o empate em 2 a 2. No entanto, o resultado não foi suficiente para tirar o Grêmio da incômoda situação da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Campeonato Brasileiro - 24ª rodada 

Grêmio 2

Brenno; Vanderson, Ruan, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos, Lucas Silva, Alisson, Douglas Costa e Campaz; Diego Souza. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cuiabá 2

Walter; João Lucas, Marllon, Alan Empereur e Lucas Hernandez; Auremir, Camilo, Pepê e Max; Clayson e Jenison. Técnico: Jorginho

Gols: Max (23/1T), Alisson (6, 36/2T), Marllon (33/2T)

Cartões amarelos: Thiago Santos (Grêmio); Alan Empereur (Cuiabá) 

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 06/10, às 21h30min.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias