Sexta, 28 de Janeiro de 2022 23:10
(55) 99612-5337
Geral AVC

Ex-princesa da Festa do Pinhão de Lages morre aos 30 anos após AVC

Flávia Burigo era médica e atuava em Unidades Básicas de Saúde no município da Serra

07/12/2021 07h27
Por: Redação1 Fonte: Diário Catarinense
Facebook/ Arquivo Pessoal
Facebook/ Arquivo Pessoal
A ex-princesa da festa do Pinhão de Lages, Flávia Burigo, 30 anos, morreu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Flávia era médica e atuava em Unidades Básicas de Saúde de Lages, na Serra catarinense.
Segundo a Prefeitura de Lages, Flávia ficou internada por cerca de cinco dias após o AVC. Ela foi hospitalizada em São José, na Grande Florianópolis. O órgão emitiu nota lamentando a morte.
“Gostaríamos de, em nome de toda a Secretaria Municipal da Saúde, exaltar a dedicação, parceria e profissionalismo que a Dra. Flávia demonstrou para com os colegas e pacientes durante todo o tempo em que trabalhou conosco”, disse o texto da prefeitura.
Flávia foi a primeira princesa da XXV Festa do Pinhão, comemorada em 2013. Ela já tinha outros títulos em concursos de beleza.
A morte gerou comoção nas redes sociais. Michelle Erckmann, uma amiga da médica, descreveu Flávia como uma pessoa de sorriso contagiante.
“Uma excelente profissional com um sorriso contagiante. Uma Barbie com sua carruagem branca, que chegava nas manhãs para atender no Tributo. Sentiremos saudades!   Que Deus conforte o coração dos amigos e familiares. Descanse em paz!”, escreveu em uma publicação no Facebook.
Uma paciente de Flávia também lamentou a morte. “Excelente profissional. Grande perda, meus sentimentos a família, não deu tempo de eu retornar e mostrar os resultados dos meus exames e dos meus filhos para essa querida”, disse Nanda Rodrigues.
Flávia deixa marido e uma filha de quatro anos. Não foram divulgadas informações sobre o sepultamento da médica.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias